Juiz de Fora, 25 de Maio de 2018
topo
 
 

Edição atual | n° 177 - 29/03/2018

Nesta edição «

Cadastre-se

Receba informações exclusivas da Pauta, preencha os dados abaixo:



publicidade

Observatório

Afastado há muito de prazeres triviais, ontem fui à feira do São Pedro e tive o prazer de ver como ela cresceu em 25 anos.

continuar lendo

 

Destaque

Estratégia de sucesso


Essa noticia foi publicada da revista edição n°176

Redação
 

    
Sérgio Mendes
Empresa criada por juiz-forano chega à marca de um milhão de alunos

É possível prever o futuro? Nem sempre. A trajetória de vida de Sérgio Mendes comprova o fato. Afinal, quem conviveu com o menino que corria pelas ruas do bairro Jóquei Clube, em Juiz de Fora, e que ainda na infância começou a vender chup-chup para ajudar nas despesas de casa, dificilmente poderia presumir que ali, bem diante de seus olhos, estaria um bem-sucedido empresário.

Foi exatamente o que aconteceu: um grande salto acima de qualquer expectativa. Cerca de três décadas depois, Sérgio Mendes é um dos donos de uma empresa que lidera o ranking de aprovações no segmento de cursos on-line para carreiras públicas. Com tudo isso, Sérgio ainda hoje frequenta o bairro e possui amigos lá, os quais têm orgulho de falar que ele é “cria do Jóquei”.

A pergunta diante dos fatos é bastante comum: como é possível sair de uma infância humilde para uma carreira tão próspera? E a resposta apresentada com muito entusiasmo pelo próprio empresário mostra que não há segredos. Apenas um tripé capaz de sustentar qualquer trajetória de sucesso: estrutura familiar, dedicação aos estudos e resiliência.

Para Sérgio, a família é a base de tudo. Mais velho de três irmãos, desde pequeno queria ajudar os pais nas despesas de casa. Vender chup-chup nas horas vagas foi a solução encontrada para que o menino não prejudicasse seus estudos, nem deixasse de brincar. Sua infância não teve luxo, mas foi muito feliz entre bolinhas de gude e futebol de botão. A imaginação corria solta e viajava tão longe quanto seus sonhos. Um velho volante encontrado abandonado virou um ônibus que o transportava, junto com os amigos, para outros lugares, universos inalcançáveis. Ele queria ir muito longe.

A educação, em escolas públicas, lhe garantiu a base para a edificação de projetos sólidos, inicialmente na Escola Estadual Professor Teodoro Coelho. Na pré-adolescência, para evitar as aulas no período noturno, transferiu-se para a Escola Estadual Clorindo Burnier, no bairro Barbosa Lage, percorrendo uma longa distância e atravessando a pé a linha férrea, todos os dias. Período em que encontrou uma outra atividade comercial. Mudou de ramo e passou a vender salgadinhos para os colegas. A Carteira de Trabalho foi assinada aos 14 anos. Passou a trabalhar como balconista em uma locadora de vídeo game, promovia campeonatos de futebol e o local passou a ser ponto de encontro de amigos e de disputas saudáveis. Aquele parecia ser o emprego mais divertido do mundo. Entre joysticks e livros, concluiu o Segundo Grau, atualmente Ensino Médio.

No 3º ano do Ensino Médio, conseguiu uma bolsa. Frequentando um curso no centro da cidade, as diferenças entre ele e os colegas ficaram mais evidentes. Ele teve que se esforçar mais do que a maioria da turma para acompanhar as aulas e as notas do amigo apelidado de Gabarito. Mas, conseguiu.

Aprovação em concursos públicos aponta o caminho

Sérgio Mendes foi mais longe, entrou para a Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx) e conseguiu ingressar no Curso de Formação de Oficiais Combatentes, da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman). Lá, ele percebeu que os ensinamentos dos pais não foram em vão. Deu ainda mais valor à educação, à disciplina e à ética. Preceitos que o acompanham pela vida. Formou-se na Aman e voltou para Juiz de Fora. Ele até gostava da carreira militar, mas já previa o que iria acontecer. Se tudo corresse conforme o esperado, seria coronel e até general. Porém, queria novos desafios, queria voar.

Voltou a estudar e foi aprovado no concurso público para Analista de Planejamento e Orçamento. Brasília era seu destino. Três anos depois, mais dois concursos, um do Senado e outro da Câmara dos Deputados. Passou nos dois! Foi chamado primeiro para o do Senado e, logo em seguida, para o da Câmara.

Paralelamente, dava aulas. Um dia, decidiu com outros três amigos, que tinham histórias parecidas com a sua, iniciar um negócio: um cursinho preparatório para concursos. Cada um investiu R$5 mil, em 2011. Criaram um site para aulas on-line. Já no primeiro dia venderam R$11 mil, mais da metade do investimento inicial. Parecia uma boa estratégia para complementar a renda. E acabou sendo a melhor estratégia para conquistar seus sonhos.

Meta é dobrar o tamanho da empresa

Sérgio Mendes aprendeu sobre empreendedorismo ainda na infância, sem ter a menor noção do que essa palavra significava. Sua trajetória de sucesso profissional está longe de ser a da maioria dos brasileiros, mas com certeza é almejada por muitos. A empresa que criou com os sócios, Heber Carvalho, Mário Pinheiro e Ricardo Vale, em setembro de 2011, não para de crescer e expandir.

Voltado para o chamado público concurseiro, o Estratégia nasceu de uma ideia que não era nova. Site com matérias on-line específicas para os grandes concursos. E não tinha garantia de êxito. “O diferencial foi investirmos em material de qualidade, mais do que os concorrentes. Acompanhamos de perto cada fase do processo, convidamos os melhores professores, que abraçaram a ideia e se tornaram parceiros, e investimos em um bom trabalho de marketing”, detalha Sérgio. “Nossa experiência também ajudou muito, afinal, todos já havíamos passado em grandes concursos. Os alunos gostam de se inspirar em histórias bem-sucedidas”, acrescenta.

Consolidado nas áreas Fiscal, Legislativa, Controle, Policial, entre outras, bem como de Tribunais, para as carreiras de analista e de técnico judiciário, o alvo agora são as carreiras jurídicas, com foco em promotores e juízes. “É um novo nicho que pretendemos conquistar e que vai nos possibilitar dobrar o tamanho da empresa”, acredita o professor, que afirma que a valorização dos colaboradores é fundamental para o crescimento tão rápido. “Temos aproximadamente 100 colaboradores, mais de 100 professores e sete diretores. Todos os diretores eram professores que conquistaram os cargos graças ao bom desempenho”, faz questão de destacar.

Empresa tem quase um milhão de alunos cadastrados

A produção de videoaulas despontou como o diferencial do negócio. “Acreditamos que a leitura das matérias é o que faz, realmente, o aluno passar, por isso não descuidamos dessa parte. Somos muito criteriosos quanto ao conteúdo escrito, que deve ser sempre atualizado, mas o vídeo ajuda a complementar e a reforçar o que já foi estudado”.

Nesse período, a empresa, que até então não possuía sede, precisou de um local para montarem o estúdio. Em Brasília, onde trabalhavam como servidores públicos e iniciaram o projeto, passaram por três endereços. Da capital federal, os jovens sócios decidiram ir para a capital paulista. Em dezembro de 2017, mudaram-se para São Paulo. Na nova sede funciona a parte administrativa e modernos estúdios de gravação. De lá, as aulas chegam a 15 mil novos alunos por mês, em média. “Esse número é variável. Não é um modelo de assinatura, eles entram e saem, mas temos mais de 900 mil alunos cadastrados”, contabiliza o professor, que ressalta o quanto é querido pelos alunos. E isso fica mais nítido ao observarmos os inúmeros depoimentos no site da empresa.

A excelente visão de negócios dos quatro jovens sócios faz com que estejam sempre em busca de oportunidades e investindo em novas empresas. O Estratégia Educacional hoje é uma holding composta por outras quatro empresas: o Estratégia Concursos, a Estratégia Coaching e a Estratégia Carreiras Jurídicas, das quais detém 100% das ações, e a TEC Concursos, com 51% das cotas. A empresa está aberta a novos contatos e novas aquisições, caso façam sentido com sinergias e sejam empresas com foco na qualidade.

O sucesso não ocorre por acaso

Sérgio Mendes atribui a carreira bem-sucedida à necessidade que tem de trabalhar, não mais financeiramente, mas como forma de êxito pessoal. “Tive uma educação muito boa, com todas as dificuldades que enfrentamos, a família era bem estruturada. Meus pais sempre valorizaram muito meus estudos e de meus irmãos. A preocupação com a formação de nosso caráter era primordial”, conta o filho do ex-funcionário da Rede Ferroviária Federal, Antônio Sérgio da Silva Mendes, que começou na empresa enchendo vagões com a pá, após ter sido paraquedista no Exército por três anos, e da dona de casa, Jane Maria Loures Mendes, que parou de trabalhar formalmente para cuidar dos filhos, mas nunca deixou de trabalhar para complementar a renda da família, com a costura e a venda de roupas em casa. “A Aman também teve participação. O espírito de liderança, a dedicação e até o ato de falar em público são atributos que desenvolvi lá. Nesse conjunto de fatores, também incluo minha esposa, Fabíula, que sempre me deu suporte. Ela teve as mesmas origens humildes no Sul do Brasil e também se apaixonou por Minas Gerais. Sem o apoio incondicional da esposa, nada disso teria acontecido. Nós crescemos juntos”.

Alunos aprovados atestam excelência

Fernanda Teani Gatto Vanni – Aprovada no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo
"Através da realização do curso disponibilizado pelo Estratégia Concursos e das várias questões constantes no material, além da leitura atenta das leis cobradas na prova, acredito que utilizei uma boa estratégia de estudo, que me permitiu lograr o êxito tão esperado."

Rosânia Ataíde – Aprovada no Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
"Hoje, o Estratégia Concursos é mais que uma dica, é uma referência, e, para mim, aquela célebre frase de Benjamin Franklin, “Investir em conhecimento rende sempre os melhores juros”, faz cada vez mais sentido."

Carlos André Dias – Aprovado no Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
"Quando tive acesso ao material da Estratégia Concursos fui surpreendido pela riqueza do conteúdo, pelo altíssimo nível da equipe técnica de professores, pelo assunto atualizado das disciplinas e pelas dicas de estudos disponíveis no material on-line."

Alexandre Kengi Enobe- Aprovado no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo
"Eu já havia feito alguns cursos presenciais e outros online, mas nenhum outro ofereceu uma leitura simples e de fácil compreensão quanto os cursos do Estratégia Concursos."

Carreira pública é consequência da ampla formação

Atualmente, Sérgio Mendes pode se orgulhar de conhecer a fundo toda a parte orçamentária da União. Isso porque sua atuação na Secretaria de Orçamento Federal, inclusive como responsável pela elaboração da Lei Orçamentária Anual, lhe permitiu aprender muito. Instrução prática que foi enriquecida com o exercício desenvolvido no setor da Educação, mais precisamente com o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) e com a alocação de recursos nas universidades. No Senado Federal foi indicado para participar dos trabalhos da Comissão Mista de Orçamento, tanto na análise de projetos quanto na votação dos mesmos. Já na Câmara dos Deputados, optou pela área administrativa, porque já possuía a empresa e precisava de uma rotina, com horário para entrar e para sair, algo que não existe na área Legislativa. Fato que também possibilitou a ele, uma nova visão sobre o setor.

O conhecimento acumulado aguçou a curiosidade do jovem professor de Orçamento Público e de Lei de Responsabilidade Fiscal. Ele queria conhecer o processo eleitoral em um município pequeno, com menos de 20 mil habitantes. “Em nível federal eu já conhecia. Eu queria ver o nível micro. Como funciona, ou não, a legislação nessas cidades? Será que tudo pode ser aplicado num município pequeno? Como eles fazem para cumprir tudo aquilo?”

Sérgio queria respostas. Afastou-se das funções administrativas da empresa e passou a atuar apenas como professor. Decidiu candidatar-se a vereador em Ewbank da Câmara, município da Zona da Mata com pouco menos de quatro mil habitantes. Quinze dias de campanha de porta em porta lhe garantiram a eleição no pleito de 2016.

Atualmente está finalizando a atualização da Lei Orgânica do Município, do Regimento Interno e, claro atua na criação de novas leis e no cumprimento das já existentes. Detectou graves dificuldades para a população, como a água, que não é tratada, e a dificuldade de transporte público intermunicipal. “Infelizmente, percebi que esses e muitos outros problemas não dependem do Legislativo Municipal”, confidencia o vereador que não possui assessores nem verba de gabinete paga com dinheiro público, mas encontrou as respostas que procurava, embora não sejam as melhores.

Projetos sociais no escopo do trabalho

Com recursos próprios, Sérgio Mendes viabilizou o projeto Galpão da Luta, que atende 200 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade, idealizado pelo Mestre Luiz Bento, sargento da Polícia Militar, inicialmente na Zona Norte de Juiz de Fora. “Com essa iniciativa conseguimos tirar as crianças da rua. A prática do Muay Thai dá a elas mais disciplina e, principalmente, as mantêm focadas nos estudos, porque boas notas são indispensáveis para continuarem participando das aulas”, explica.

Palestras em escolas públicas também fazem parte da rotina de Sérgio. É uma iniciativa encontrada pelo empresário para orientar e conscientizar os jovens a levarem os estudos a sério como forma de garantir um futuro mais promissor. “Sabemos de todas as dificuldades da Educação Básica pública, mas não podemos deixar nossas crianças perderem seus sonhos. E isso só faz sentido quando feito por alguém que passou e venceu por meio do mesmo sistema de ensino. Acredito que, para haver transformação, é fundamental que exista um ensino de qualidade, através do qual as pessoas possam exercer sua capacidade crítica e analítica. Só a educação é capaz de formar cidadãos no sentido pleno da palavra”, pontua.

O carinho que tem pelos animais fez nascer uma grande preocupação, que vai além dos cuidados básicos com os bichinhos. “Sabemos que os problemas são bem maiores, é uma questão de saúde pública. É preciso voltar o olhar de forma mais crítica para esse tema. O controle populacional, através de castrações, campanhas de vacinação efetivas e a conscientização sobre o abandono, são imprescindíveis. Temos que criar cidadãos preocupados com a sociedade como um todo, e isso inclui os animais”, finaliza.


Sucesso atrai assédio de partidos políticos

Diante de tanto empenho, é natural que muitos queiram sua permanência na vida pública. Sérgio já foi sondado por alguns partidos políticos para que seu nome seja lançado como candidato a deputado federal. “Depois de muita reflexão, apoio e pressão de amigos e de alunos de todo o Estado, auxílio da família e de várias lideranças, que querem uma transformação no país, resolvi colocar toda a minha preparação e experiência de vida para o âmbito político.

A indignação falou mais alto e, em vez de optar por ficar apenas assistindo tudo, escolhi ser pré-candidato a deputado federal para tentar ser aquele que levará os sentimentos da população para a Câmara Federal”, salienta.

Há alguns meses do registro da candidatura, Sérgio Mendes aguarda a aprovação da população para que efetivamente anuncie a candidatura.





 
 

©2008. Pauta Econômica. Todos os direitos reservados.


A Pauta Econômica é uma publicação independendte, de responsabilidade da Mais Comunicação Ltda.
Periodicidade mensal e distribuição dirigida.

ato.interativoMais Comunicação powerline