Juiz de Fora, 20 de Outubro de 2017
topo
 
 

Edição atual | n° 170 - 24/09/2017

Nesta edição «

Cadastre-se

Receba informações exclusivas da Pauta, preencha os dados abaixo:



publicidade

Observatório

Em 2010, cerca de 1,8 bilhões de pessoas estavam conectadas à internet. Este ano já são 3 bilhões e até 2025 será o mundo inteiro.

continuar lendo

 

Blog/Conexão

Conexão

30/07/2012
Focadas na participação nos megaeventos esportivos, forças políticas e econômicas da região criaram o Grupo de Organização Local de Juiz de Fora e Região. O Gol-JF foi o ponta pé inicial para um forte trabalho de inclusão da cidade no mapa da Copa do Mundo de 2014.
[b]Segurança médica Off Road[/b] A Guardiões Resgate foi confirmada como responsável pela assistência médica no Suprema Ibitipoca Off Road 2012. A empresa vai disponibilizar toda a estrutura que inclui equipe especializada, posto médico e UTI móvel. Realizado nos dias 4 e 5 de agosto, o evento reunirá cerca de 350 pilotos de moto (número atualizado nesta quinta-feira, 26) nas categorias Master, Sênior, Over 40, Over 50, Júnior, Novatos e Duplas. Nos carros, o limite é de 50 duplas, nas categorias Master, Graduados e Turismo Light. Inscrições www.ibitipocaoffroad.com.br [b]Juiz de Fora – Londres[/b] Focadas na participação nos megaeventos esportivos, forças políticas e econômicas da região criaram o Grupo de Organização Local de Juiz de Fora e Região. O Gol-JF foi o ponta pé inicial para um forte trabalho de inclusão da cidade no mapa da Copa do Mundo de 2014. O primeiro grande passo foi o envio de um material de apresentação da cidade para a Casa Brasil, em Londres. De acordo com a coordenadora do grupo, Daniele Feyo, o em agosto será publicado um relatório elencando as prioridades da região para assegurar o posto de Centro de Treinamento da Copa das Confederações de 2013. [b]Emprego[/b] A CBU, indústria de cadeados, chaves e cilindros de fechaduras, inicia seu processo de contratação na cidade em agosto. Recém instalada no Distrito Industrial, a empresa prevê a geração de 350 postos de trabalho diretos e 150 indiretos, junto com um investimento de mais de R$60 milhões. [b]JF Rainbow Fest 2012[/b] O cancelamento do concurso “Miss Brasil Gay” em Juiz de Fora, devido à falta de recursos, comprometeu a realização do Rainbow Fest. Segundo dirigentes dos hotéis, a falta de divulgação diminuiu em quase 90% o número de reservas. Todos os anos em média três mil turistas levavam a circulação de 10 milhões de reais nos hotéis, lojas de vestuário e restaurantes. Segundo nota do Presidente do Movimento Gay de Minas Gerais, Marco Trajano, a 10ª Parada do Orgulho Gay e o 15º Rainbow Fest, com a “Cidade Rainbow” e suas atrações serão realizados em agosto. Para evitar que o episódio se repita, a captação de recursos para 2013 já começou. [b]Lançamento[/b] O jornalista Filipe Mostaro lança no dia 11 de agosto, às 14h, no Mercearia Gastrô, o livro “Garrincha x Pelé: a influência da mídia na carreira de um jogador”. O prefácio é do jornalista e professor doutor Márcio Guerra.
 

Conexão

30/01/2012
A Lei Pró Macaúba, promulgada este mês, já está repercutindo de forma positiva na Zona da Mata mineira.
[b]Renda extra[/b] A Lei Pró Macaúba, promulgada este mês, já está repercutindo de forma positiva na Zona da Mata mineira. Graças aos incentivos do estado de Minas Gerais, o grupo espanhol Entaban, associado à Agropecuária Serra das Flores, está fazendo doações de mudas para um grupo de 100 produtores da região. O fato é relevante para, principalmente, a agricultura familiar. Isso porque a expectativa é de obtenção de renda extra em torno de R$ 3,7 mil por hectare/ano. Informações e cadastro, na sede da empresa em Lima Duarte. [b]Expansão em Ubá[/b] Está em fase de estudo de viabilidade econômica a criação do 1° Núcleo Industrial de Ubá. O projeto, fruto de parceria da Prefeitura com a fábrica de móveis Itatiaia, prevê a implantação de 30 empresas em ampla área de propriedade da indústria. [b]Drenagem[/b] Será anunciado, no início de fevereiro, o investimento de cerca de R$ 700 mil na primeira parte do Plano de Drenagem de Juiz de Fora, que abrange a Zona Norte da cidade. O projeto, desenvolvido com recursos do Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (CEIVAP) com montante de R$ 559.197,00, tem contrapartida da Prefeitura de R$ 140.803,00. Todo o trabalho possui base georreferenciada e ficará como instrumento para o planejamento do município. [b]Novos MBA´s[/b] A Faculdade de Economia da UFJF está lançando dois novos cursos de MBA: Gestão Ambiental e Desenvolvimento Sustentável. As inscrições estão abertas a partir do dia 6 de fevereiro também para o MBA em Gestão de Sáude, Acreditação e Auditoria. Informações pelo www.ufjf.br/economia [b]Tendências internacionais[/b] Terá inspiração internacional as estratégias traçadas pelo varejo em Juiz de Fora com foco na Copa do Mundo de 2014. Isso porque a diretoria da CDL acaba de retornar de encontro nos Estados Unidos com a presença do ex-presidente Bill Clinton. Segundo o presidente Vandir Domingos da Silva, o objetivo da viagem à Nova York foi trazer para o mercado local novidades já pensando na cidade como sub-sede do grande evento esportivo. [b]Produção artesanal em alta[/b] Através de dados levantados pelo Sebrae-MG, as sete microcervejarias da região produzem mais de 20 mil litros de cerveja e chope por mês. E o mais interessante: todas apresentam vultoso potencial de crescimento. O empresário Hugo Lima de Siqueira, através de pesquisa mercadológica realizada pelo consultor Sávio Lopes, identificou a possibilidade de ampliação de produção na ordem de 60%, o que acarretará uma média de sete mil litros de cerveja/mês. Hoje, o Mr. Tuga's já fabrica mensalmente quatro mil litros de cerveja de 11 tipos diferentes e quatro opções de chopp.
 

BD fará investimento de US$ 75 milhões

05/08/2011
Recursos são para ampliar produção nas unidades fabris, inclusive JF
Via Tribuna de Minas A Becton, Dickinson and Company (BD) anunciou ontem investimento de US$ 75 milhões na ampliação da produção nas suas unidades fabris, inclusive a de Juiz de Fora. A informação é a de que os recursos serão aplicados no desenvolvimento de tecnologia safety, força de vendas e logística de distribuição. Além da cidade, a multinacional possui planta também em Curitiba, no Paraná. Detalhes sobre o investimento não foram divulgados. A Tribuna procurou a empresa, por meio de sua assessoria, mas não conseguiu falar com o diretor geral da BD no Brasil, Rodrigo Hanna. Em nota divulgada à imprensa, ele afirmou que "a BD Brasil está contribuindo muito para o crescimento da companhia", destacando a confiança no país, que é a oitava operação mais importante da multinacional no mundo. Juiz de Fora sediou a primeira unidade da companhia americana no Brasil e é responsável por mais de 800 empregos diretos e dois mil indiretos na cidade, conforme dados de 2010. A planta juiz-forana completa 55 anos, o mesmo tempo de atuação da marca no Brasil. Na cidade, destaca-se a produção de cateteres (Angiocath e Insyte) e cânulas de aço inoxidável, componentes utilizados por outras unidades da BD no exterior para a produção de agulhas. Com 114 anos de fundação, a BD está presente em 50 países e mantém 27 mil funcionários no mundo, sendo 1.600 no Brasil. No mix de produção estão seringas, agulhas, scalps, cateteres e outros produtos voltados para a tecnologia médica. Outras linhas de ação são o aprimoramento da terapia medicamentosa e a melhora de diagnóstico de doenças infecciosas. Em 2010, o faturamento global da companhia foi de US$ 7,2 bilhões.
 

IPCA sobe 0,16% em julho, diz IBGE

05/08/2011
Em 12 meses, alta acumulada é de 6,87%, a maior desde junho de 2005. Alimentação tem deflação de 0,34%; tomate teve maior pressão para baixa.
Via G1 O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país usada como base para as metas do governo, ficou em 0,16% em julho, bem próximo ao resultado de 0,15% em junho, e acumula alta de 6,87% em 12 meses, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (5). A taxa dos últimos 12 meses é a maior desde junho de 2005 e ficou acima dos 6,71% relativos aos 12 meses imediatamente anteriores. Em julho de 2010, a taxa havia ficado em 0,01%. Apesar da leve aceleração em julho, o resultado mensal é o segundo menor desde agosto de 2010 (o menor é o de 0,15% de junho). O resultado acumulado do ano fechou em 4,04%, acima da taxa de 3,10% relativa a igual período de 2010. Queda nos alimentos Nos alimentos, a deflação de 0,26% em junho foi intensificada para a de 0,34% em julho. De acordo com o IBGE, vários os produtos que ficaram mais baratos, especialmente o tomate (queda de 15,32%), que exerceu a mais forte pressão para baixo, seguido das carnes (com recuo de 1,12%). Com o resultado, o grupo alimentação e bebidas exerceu impacto negativo de 0,08 ponto percentual no mês mas, mesmo assim, acumula alta de 2,77% no ano.
 

MRV Log investe R$ 64 milhões em condomínio logístico na BR-040

05/08/2011
Empresa quer iniciar obras em dezembro; expectativa é pela criação de dois mil empregos diretos
Via Tribuna de Minas A MRV Log vai investir R$ 64 milhões na criação de um condomínio logístico em Juiz de Fora. A empresa adquiriu área de 70 mil metros quadrados na BR-040, a cerca de dez quilômetros da fábrica da Mercedes-Benz. A intenção é atrair fornecedores da montadora para a produção de caminhões e outras empresas interessadas em operar na cidade. Vencido o trâmite burocrático, a meta é iniciar as obras em dezembro e inaugurar o núcleo em julho de 2012. Com o início das atividades, devem ser criados mais de dois mil empregos diretos. O anúncio foi feito pelo diretor executivo da MRV Log, Sérgio Fischer. O contrato de compra da área foi assinado na semana passada, diz. O empreendimento terá área bruta locável superior a 50 mil metros quadrados. O terreno está terraplenado. Faltam a aprovação do projeto e o licenciamento ambiental, para início dos trabalhos. Na segunda-feira, o executivo se reúne com representantes da Prefeitura para apresentar a iniciativa, tratar do trâmite e reivindicar incentivos fiscais visando a captação de empresas. Fischer explica que o condomínio é um conceito relativamente novo no Brasil, o carro-chefe da MRV Log. "É muito difícil achar condomínio logístico classe A". Segundo ele, o empreendimento será fechado, com infraestrutura, restaurante, refeitório, pátio de manobra e estacionamento. O empreendimento é modular. As empresas poderão alugar galpões logísticos a partir de mil metros quadrados, aumentando a área de acordo com as necessidades de cada uma. A escolha por Juiz de Fora, explica, deve-se ao interesse de grandes empresas pela cidade. "Juiz de Fora está vivendo um momento ímpar." O executivo explica que os galpões, muito comuns no eixo Rio-São Paulo, são uma solução importante para a economia de um país de dimensões continentais, que tem na malha rodoviária seu principal modal de transporte. A principal vantagem do modelo, avalia, é oferecer a empresas dos mais diversos perfis toda a estrutura necessária a estocagem e distribuição de produtos até os pontos de venda ou o cliente final, com possibilidade de rateio dos custos comuns. Na semana passada, a Tribuna noticiou que a Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico estudava a criação de parques industriais e logísticos, viabilizados pela iniciativa privada e apoiados pelo Poder Público, visando a suprir a carência de áreas industriais. Ontem, o secretário André Zuchi afirmou que, além da MRV Log, outras empresas especializadas nesse tipo de empreendimento estão interessadas em atuar na cidade. "Existem outras prospectando." Zuchi reconhece a carência de áreas industriais e a demanda crescente. Afirma que incentivos estão sendo estudados. "Para o Poder Público, é ideal trabalhar na linha de incentivo, e não de doação de terreno." A MRV Log é uma empresa controlada da MRV Engenharia que atua na área de empreendimentos logísticos. As atividades concentram-se no ramo de incorporação e construção de condomínios de galpões logísticos multilocatários, estrategicamente localizados. Fundada em 2008, a empresa está presente em 19 cidades de oito estados brasileiros. Em 15 de julho, vendeu 33% de suas ações ao maior fundo especialista em propriedades comerciais do mundo, o norte-americano Starwood Capital, que investiu R$ 250 milhões na companhia.
 

Lojas esperam alta de até 13% nas vendas

04/08/2011
Movimento de consumidores para compras do Dia dos Pais ainda é tímido nas lojas da cidade
Via Tribuna de Minas A 13 dias para a Dia dos Pais, o comércio varejista se prepara para data. Apesar de o movimento ainda ser tímido, algumas vitrines já estão decoradas, embora a prevalência ainda seja de promoções de inverno. A expectativa do Sindicato do Comércio de Juiz de Fora (Sindicomércio) é de crescimento entre 10% e 13% nas vendas ante 2010. Já a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) aposta em demanda menor, em torno de 5%. O Dia dos Pais abre o calendário de datas comemorativas do segundo semestre. Para o superintendente da CDL, Carlos Fernandes, apesar dos juros mais altos e das restrições ao crédito feitas pelo Governo federal, a data é esperada com otimismo, mesmo que as vendas sejam menos expressivas na comparação com o Dia das Mães. Entre os presentes mais procurados, Fernandes destaca roupas, sapatos, acessórios, celulares, bebidas e jóias, na faixa entre R$ 50 e R$ 100. O proprietário da Sandpiper, Gustavo Feitosa, espera por incremento nas vendas a partir do dia 5, coincidindo com a liberação dos pagamentos. Esta também é a expectativa da vendedora da Imaginarium, Daniele Campos. Segundo ela, os clientes já começaram a pesquisar alternativas de presente, mas só devem começar a comprar, de fato, a partir da próxima semana. Entre as lojas especializadas neste público, a expectativa de vendas é maior. A gerente da AD, Liz Alves, aposta em aumento entre 40% e 50% ante 2010. Na Malay Balay, a expectativa é de incremento de 50%, conforme a gerente Juliana Samara. "Para nós é uma data ótima, só perdendo para Dia dos Namorados e Natal." Na Stonehenge, a gerente Michelle de Castro aposta em crescimento de 20%: "minhas apostas são as blusas pólo e os moletons, nosso grande forte". No sábado, dia 13, véspera do Dia dos Pais, o comércio juiz-forano funcionará em horário especial: das 9h às 18h. [b]Faturamento[/b] No país, 55% dos varejistas apostam em aumento do faturamento, conforme pesquisa divulgada ontem pela Serasa Experian. Ainda conforme o levantamento, 47% das compras devem ser feitas à vista e 53%, a prazo. Os artigos de vestuário e os celulares continuam como os presentes mais procurados em relação à lista do ano passado. Já os produtos de informática ganharam mais espaço, passando de 1% para 2%, possivelmente pela maior oferta de tablets.
 

Sócios minoritários da Schincariol não reconhecem venda para Kirin

04/08/2011
Japonesa Kirin anuncia compra da Schincariol por R$ 3,95 bilhões. Sócios alegam ter o direito de preferência numa transferência de ações.
Via G1 Os sócios minoritários da Schincariol, detentores de 49,55% das ações, divulgaram nesta terça-feira (2) comunicado no qual declaram não reconhecer a legitimidade do negócio fechado com a Kirin. O grupo japonês anunciou na segunda-feira a aquisição do controle da cervejaria brasileira por R$ 3,95 bilhões. "Em defesa do Direito e dos interesses dos colaboradores, fornecedores e consumidores brasileiros, os acionistas que detêm 49,55% das ações do Grupo Schincariol declaram não reconhecer a legitimidade de qualquer negócio envolvendo a transferência das ações para terceiros", informaram os sócios, na nota. Segundo os minoritários, nenhuma das partes pode ofertar suas ações a terceiros antes de garantir aos sócios o direito de preferência. "A legislação e o estatuto social da Schincariol são claros nesse sentido", afirmam. "Qualquer tentativa de violação a esse direito será levada a exame judicial, para cuja finalidade já foi contratado o escritório Teixeira, Martins & Advogados", acrescentam. O comunicado é assinado por José Augusto Schincariol, Daniela Schincariol e Gilberto Schincariol Junior - primos dos irmãos Alexandre e Adriano Schincariol. A holding Aleadri-Schinni era até então detentora de 50,45% das ações da Schincariol. egundo o escritório de advocacia contratado pelos minoritários, já estão sendo estudadas medidas judiciais para impedir a consolidação da operação e garantir que se prevaleça o direito de preferência dos acionistas.
 

Brasileiro é 'bilionário oculto', revela revista especializada

04/08/2011
Rubens Menin, da MRV Engenharia, é um dos bilionários que não aparecem em nenhum ranking dos mais ricos
Via Revista Exame Nova York - O brasileiro Rubens Menin, da MRV Engenharia, é um dos "bilionários ocultos" que não aparecem em nenhum ranking dos mais ricos do planeta, revelou nesta quarta-feira a revista Bloomberg Markets. Rubens Menin lidera a MRV Engenharia & Participações SA, dedicada à construção de casas e apartamentos para a classe média baixa, e aos 55 anos acumula uma fortuna avaliada em 1,6 bilhão de dólares. A MRV, com sede em Belo Horizonte, ocupa a quinta posição entre as construtoras do Brasil. A revista destaca ainda o banqueiro peruano Carlos Rodríguez Pastor, que tem uma fortuna estimada em 3 bilhões de dólares baseada no Intergroup Financial Services (IFH) e no comércio varejista, por meio de supermercados e farmácias, entre outros negócios. Rodríguez Pastor, 52 anos, faz parte da "nova geração de construtores de impérios na América Latina que estão capitalizando o boom na região", destaca a Bloomberg Markets. Seu grupo tem ativos que somam 8 bilhões de dólares e ocupa a quarta posição entre as empresas voltadas aos serviços financeiros no Peru. O empresário mexicano Carlos Slim, com 74 bilhões de dólares, é o homem mais rico do mundo, segundo a revista Forbes. O segundo homem mais rico do planeta é Bill Gates, fundador da Microsoft, com 56 bilhões.
 

JF cria 974 empregos formais

03/08/2011
Números do Caged apontam o melhor desempenho do mês nos últimos três anos
(Via Tribuna de Minas) Juiz de Fora teve o melhor abril dos últimos três anos em termos de empregabilidade, com a criação de 974 empregos com carteira assinada. O número é 239% maior do que o apurado em abril de 2010 (287). No ano, o número de postos no mercado formal chega a 361, queda de 71% ante o apurado no primeiro quadrimestre de 2010 (1.277). Abril, por enquanto, é o melhor mês de 2011 e acentuou a curva ascendente iniciada em março, depois de dois meses de saldo negativo. Os dados são do Cadastro Geral dos Empregados e Desempregados (Caged), divulgado ontem pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), e apontam que, entre os oito setores econômicos avaliados, os serviços ficaram com a liderança absoluta, com 755 vagas criadas no mês passado. O comércio está em segundo lugar, com 177 empregos com carteira assinada, seguido pela indústria da transformação: 95. Para o presidente do Sindicato do Comércio (Sindicomércio), Emerson Beloti, o resultado é positivo. Na sua opinião, apesar da criação dos empregos formais, ainda há carência de mão de obra em Juiz de Fora. "O resultado de abril mostra que o comércio está contratando e precisa admitir mais." Uma constatação é que o varejo tem perdido profissionais para o setor de serviços. Beloti avalia, ainda, que o estoque anual inferior ao de 2010 reflete a retração na demanda verificada neste início de ano. Pelas contas de Beloti, a queda nas vendas varia de 2% a 6% no primeiro quadrimestre, refletindo uma tendência nacional. Segundo o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Vandir Domingos da Silva, o estoque de empregos em abril posiciona a cidade em terceiro lugar no ranking estadual, atrás de Belo Horizonte e Uberlândia. Em abril de 2010, o município ocupava a 27º posição. Apesar de o saldo da indústria ter sido menor do que o de serviços e comércio em abril, o setor acumula variação de emprego de 1,66% no ano, maior do que as médias municipal (0,29%), de serviços (1,03%) e comércio (-2,15%). Considerando o primeiro quadrimestre, a indústria ocupa a segunda posição no ranking (346), só perdendo para os serviços (620). Para o coordenador do Centro Industrial, o economista Antônio Flávio Luca do Nascimento, o início das contratações pelas empresas que estão chegando à Juiz de Fora já impacta o Caged. A tendência, avalia, é que com a concretização dos demais projetos, o setor ganhe destaque no balanço do MTE. No país No país, o número de empregos com carteira assinada chegou a 272.225. Apesar da alta ante março (92,6 mil), não é recorde para o mês. Em abril de 2010, o saldo foi maior e chegou a 349 mil. No acumulado dos primeiros quatro meses do ano, o estoque é de 880.717 novos postos formais. A meta ministro do Trabalho, Carlos Lupi, é atingir a marca de três milhões em 2011. O ministro destacou o potencial do setor de serviços, considerado hoje o principal empregador do país, e avaliou que não só as contratações como também os desligamentos estão em alta. "O mercado está aquecido. A rotatividade é muito alta", disse, conforme a Agência Estado (AE). Em abril, foram contratadas 1.774.378 pessoas e desligadas 1.502.153 no país. Em Juiz de Fora, foram 5.841 admissões contra 4.867 demissões no mês.
 

Acessibilidade na Câmara

04/08/2010
Pessoas portadoras de necessidades especiais, como cadeirantes, além de idosos e gestantes, terão mais acessibilidade na Câmara.
Pessoas portadoras de necessidades especiais, como cadeirantes, além de idosos e gestantes, terão mais acessibilidade na Câmara de Vereadores de Juiz de Fora. O prédio passa por uma readaptação e terá uma grande rampa em sua entrada principal, que vai ficar pronta em novembro.
 
 
 

©2008. Pauta Econômica. Todos os direitos reservados.


A Pauta Econômica é uma publicação independendte, de responsabilidade da Mais Comunicação Ltda.
Periodicidade mensal e distribuição dirigida.

ato.interativoMais Comunicação powerline