Juiz de Fora, 18 de Fevereiro de 2018
topo
 
 

Edição atual | n° 174 - 28/01/2018

Nesta edição «

Cadastre-se

Receba informações exclusivas da Pauta, preencha os dados abaixo:



publicidade

Observatório

Vivemos num planeta onde tudo se encaixa, faz sentido e que tem no sol a sua imensa fonte de energia. O lixo de uma espécie é alimento para outra espécie e, no final, tudo se fecha, num círculo de energia. Tudo que nasce, morre e se transforma em energia. Do pó vieste, ao pó voltarás. Nada se perde, nada se cria, tudo se transforma.

continuar lendo

 

Blog/Conexão

HACKED BY C00RP

30/07/2012
HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED
HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED Este site recebeu o selo "HACKED" de qualidade! - Atenciosamente, C00rp (@C00rp_) - HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED HACKED
 

Conexão

30/01/2012
A Lei Pró Macaúba, promulgada este mês, já está repercutindo de forma positiva na Zona da Mata mineira.
[b]Renda extra[/b] A Lei Pró Macaúba, promulgada este mês, já está repercutindo de forma positiva na Zona da Mata mineira. Graças aos incentivos do estado de Minas Gerais, o grupo espanhol Entaban, associado à Agropecuária Serra das Flores, está fazendo doações de mudas para um grupo de 100 produtores da região. O fato é relevante para, principalmente, a agricultura familiar. Isso porque a expectativa é de obtenção de renda extra em torno de R$ 3,7 mil por hectare/ano. Informações e cadastro, na sede da empresa em Lima Duarte. [b]Expansão em Ubá[/b] Está em fase de estudo de viabilidade econômica a criação do 1° Núcleo Industrial de Ubá. O projeto, fruto de parceria da Prefeitura com a fábrica de móveis Itatiaia, prevê a implantação de 30 empresas em ampla área de propriedade da indústria. [b]Drenagem[/b] Será anunciado, no início de fevereiro, o investimento de cerca de R$ 700 mil na primeira parte do Plano de Drenagem de Juiz de Fora, que abrange a Zona Norte da cidade. O projeto, desenvolvido com recursos do Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (CEIVAP) com montante de R$ 559.197,00, tem contrapartida da Prefeitura de R$ 140.803,00. Todo o trabalho possui base georreferenciada e ficará como instrumento para o planejamento do município. [b]Novos MBA´s[/b] A Faculdade de Economia da UFJF está lançando dois novos cursos de MBA: Gestão Ambiental e Desenvolvimento Sustentável. As inscrições estão abertas a partir do dia 6 de fevereiro também para o MBA em Gestão de Sáude, Acreditação e Auditoria. Informações pelo www.ufjf.br/economia [b]Tendências internacionais[/b] Terá inspiração internacional as estratégias traçadas pelo varejo em Juiz de Fora com foco na Copa do Mundo de 2014. Isso porque a diretoria da CDL acaba de retornar de encontro nos Estados Unidos com a presença do ex-presidente Bill Clinton. Segundo o presidente Vandir Domingos da Silva, o objetivo da viagem à Nova York foi trazer para o mercado local novidades já pensando na cidade como sub-sede do grande evento esportivo. [b]Produção artesanal em alta[/b] Através de dados levantados pelo Sebrae-MG, as sete microcervejarias da região produzem mais de 20 mil litros de cerveja e chope por mês. E o mais interessante: todas apresentam vultoso potencial de crescimento. O empresário Hugo Lima de Siqueira, através de pesquisa mercadológica realizada pelo consultor Sávio Lopes, identificou a possibilidade de ampliação de produção na ordem de 60%, o que acarretará uma média de sete mil litros de cerveja/mês. Hoje, o Mr. Tuga's já fabrica mensalmente quatro mil litros de cerveja de 11 tipos diferentes e quatro opções de chopp.
 

IPCA sobe 0,16% em julho, diz IBGE

05/08/2011
Em 12 meses, alta acumulada é de 6,87%, a maior desde junho de 2005. Alimentação tem deflação de 0,34%; tomate teve maior pressão para baixa.
Via G1 O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país usada como base para as metas do governo, ficou em 0,16% em julho, bem próximo ao resultado de 0,15% em junho, e acumula alta de 6,87% em 12 meses, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (5). A taxa dos últimos 12 meses é a maior desde junho de 2005 e ficou acima dos 6,71% relativos aos 12 meses imediatamente anteriores. Em julho de 2010, a taxa havia ficado em 0,01%. Apesar da leve aceleração em julho, o resultado mensal é o segundo menor desde agosto de 2010 (o menor é o de 0,15% de junho). O resultado acumulado do ano fechou em 4,04%, acima da taxa de 3,10% relativa a igual período de 2010. Queda nos alimentos Nos alimentos, a deflação de 0,26% em junho foi intensificada para a de 0,34% em julho. De acordo com o IBGE, vários os produtos que ficaram mais baratos, especialmente o tomate (queda de 15,32%), que exerceu a mais forte pressão para baixo, seguido das carnes (com recuo de 1,12%). Com o resultado, o grupo alimentação e bebidas exerceu impacto negativo de 0,08 ponto percentual no mês mas, mesmo assim, acumula alta de 2,77% no ano.
 

MRV Log investe R$ 64 milhões em condomínio logístico na BR-040

05/08/2011
Empresa quer iniciar obras em dezembro; expectativa é pela criação de dois mil empregos diretos
Via Tribuna de Minas A MRV Log vai investir R$ 64 milhões na criação de um condomínio logístico em Juiz de Fora. A empresa adquiriu área de 70 mil metros quadrados na BR-040, a cerca de dez quilômetros da fábrica da Mercedes-Benz. A intenção é atrair fornecedores da montadora para a produção de caminhões e outras empresas interessadas em operar na cidade. Vencido o trâmite burocrático, a meta é iniciar as obras em dezembro e inaugurar o núcleo em julho de 2012. Com o início das atividades, devem ser criados mais de dois mil empregos diretos. O anúncio foi feito pelo diretor executivo da MRV Log, Sérgio Fischer. O contrato de compra da área foi assinado na semana passada, diz. O empreendimento terá área bruta locável superior a 50 mil metros quadrados. O terreno está terraplenado. Faltam a aprovação do projeto e o licenciamento ambiental, para início dos trabalhos. Na segunda-feira, o executivo se reúne com representantes da Prefeitura para apresentar a iniciativa, tratar do trâmite e reivindicar incentivos fiscais visando a captação de empresas. Fischer explica que o condomínio é um conceito relativamente novo no Brasil, o carro-chefe da MRV Log. "É muito difícil achar condomínio logístico classe A". Segundo ele, o empreendimento será fechado, com infraestrutura, restaurante, refeitório, pátio de manobra e estacionamento. O empreendimento é modular. As empresas poderão alugar galpões logísticos a partir de mil metros quadrados, aumentando a área de acordo com as necessidades de cada uma. A escolha por Juiz de Fora, explica, deve-se ao interesse de grandes empresas pela cidade. "Juiz de Fora está vivendo um momento ímpar." O executivo explica que os galpões, muito comuns no eixo Rio-São Paulo, são uma solução importante para a economia de um país de dimensões continentais, que tem na malha rodoviária seu principal modal de transporte. A principal vantagem do modelo, avalia, é oferecer a empresas dos mais diversos perfis toda a estrutura necessária a estocagem e distribuição de produtos até os pontos de venda ou o cliente final, com possibilidade de rateio dos custos comuns. Na semana passada, a Tribuna noticiou que a Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico estudava a criação de parques industriais e logísticos, viabilizados pela iniciativa privada e apoiados pelo Poder Público, visando a suprir a carência de áreas industriais. Ontem, o secretário André Zuchi afirmou que, além da MRV Log, outras empresas especializadas nesse tipo de empreendimento estão interessadas em atuar na cidade. "Existem outras prospectando." Zuchi reconhece a carência de áreas industriais e a demanda crescente. Afirma que incentivos estão sendo estudados. "Para o Poder Público, é ideal trabalhar na linha de incentivo, e não de doação de terreno." A MRV Log é uma empresa controlada da MRV Engenharia que atua na área de empreendimentos logísticos. As atividades concentram-se no ramo de incorporação e construção de condomínios de galpões logísticos multilocatários, estrategicamente localizados. Fundada em 2008, a empresa está presente em 19 cidades de oito estados brasileiros. Em 15 de julho, vendeu 33% de suas ações ao maior fundo especialista em propriedades comerciais do mundo, o norte-americano Starwood Capital, que investiu R$ 250 milhões na companhia.
 

Lojas esperam alta de até 13% nas vendas

04/08/2011
Movimento de consumidores para compras do Dia dos Pais ainda é tímido nas lojas da cidade
Via Tribuna de Minas A 13 dias para a Dia dos Pais, o comércio varejista se prepara para data. Apesar de o movimento ainda ser tímido, algumas vitrines já estão decoradas, embora a prevalência ainda seja de promoções de inverno. A expectativa do Sindicato do Comércio de Juiz de Fora (Sindicomércio) é de crescimento entre 10% e 13% nas vendas ante 2010. Já a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) aposta em demanda menor, em torno de 5%. O Dia dos Pais abre o calendário de datas comemorativas do segundo semestre. Para o superintendente da CDL, Carlos Fernandes, apesar dos juros mais altos e das restrições ao crédito feitas pelo Governo federal, a data é esperada com otimismo, mesmo que as vendas sejam menos expressivas na comparação com o Dia das Mães. Entre os presentes mais procurados, Fernandes destaca roupas, sapatos, acessórios, celulares, bebidas e jóias, na faixa entre R$ 50 e R$ 100. O proprietário da Sandpiper, Gustavo Feitosa, espera por incremento nas vendas a partir do dia 5, coincidindo com a liberação dos pagamentos. Esta também é a expectativa da vendedora da Imaginarium, Daniele Campos. Segundo ela, os clientes já começaram a pesquisar alternativas de presente, mas só devem começar a comprar, de fato, a partir da próxima semana. Entre as lojas especializadas neste público, a expectativa de vendas é maior. A gerente da AD, Liz Alves, aposta em aumento entre 40% e 50% ante 2010. Na Malay Balay, a expectativa é de incremento de 50%, conforme a gerente Juliana Samara. "Para nós é uma data ótima, só perdendo para Dia dos Namorados e Natal." Na Stonehenge, a gerente Michelle de Castro aposta em crescimento de 20%: "minhas apostas são as blusas pólo e os moletons, nosso grande forte". No sábado, dia 13, véspera do Dia dos Pais, o comércio juiz-forano funcionará em horário especial: das 9h às 18h. [b]Faturamento[/b] No país, 55% dos varejistas apostam em aumento do faturamento, conforme pesquisa divulgada ontem pela Serasa Experian. Ainda conforme o levantamento, 47% das compras devem ser feitas à vista e 53%, a prazo. Os artigos de vestuário e os celulares continuam como os presentes mais procurados em relação à lista do ano passado. Já os produtos de informática ganharam mais espaço, passando de 1% para 2%, possivelmente pela maior oferta de tablets.
 

Sócios minoritários da Schincariol não reconhecem venda para Kirin

04/08/2011
Japonesa Kirin anuncia compra da Schincariol por R$ 3,95 bilhões. Sócios alegam ter o direito de preferência numa transferência de ações.
Via G1 Os sócios minoritários da Schincariol, detentores de 49,55% das ações, divulgaram nesta terça-feira (2) comunicado no qual declaram não reconhecer a legitimidade do negócio fechado com a Kirin. O grupo japonês anunciou na segunda-feira a aquisição do controle da cervejaria brasileira por R$ 3,95 bilhões. "Em defesa do Direito e dos interesses dos colaboradores, fornecedores e consumidores brasileiros, os acionistas que detêm 49,55% das ações do Grupo Schincariol declaram não reconhecer a legitimidade de qualquer negócio envolvendo a transferência das ações para terceiros", informaram os sócios, na nota. Segundo os minoritários, nenhuma das partes pode ofertar suas ações a terceiros antes de garantir aos sócios o direito de preferência. "A legislação e o estatuto social da Schincariol são claros nesse sentido", afirmam. "Qualquer tentativa de violação a esse direito será levada a exame judicial, para cuja finalidade já foi contratado o escritório Teixeira, Martins & Advogados", acrescentam. O comunicado é assinado por José Augusto Schincariol, Daniela Schincariol e Gilberto Schincariol Junior - primos dos irmãos Alexandre e Adriano Schincariol. A holding Aleadri-Schinni era até então detentora de 50,45% das ações da Schincariol. egundo o escritório de advocacia contratado pelos minoritários, já estão sendo estudadas medidas judiciais para impedir a consolidação da operação e garantir que se prevaleça o direito de preferência dos acionistas.
 

Brasileiro é 'bilionário oculto', revela revista especializada

04/08/2011
Rubens Menin, da MRV Engenharia, é um dos bilionários que não aparecem em nenhum ranking dos mais ricos
Via Revista Exame Nova York - O brasileiro Rubens Menin, da MRV Engenharia, é um dos "bilionários ocultos" que não aparecem em nenhum ranking dos mais ricos do planeta, revelou nesta quarta-feira a revista Bloomberg Markets. Rubens Menin lidera a MRV Engenharia & Participações SA, dedicada à construção de casas e apartamentos para a classe média baixa, e aos 55 anos acumula uma fortuna avaliada em 1,6 bilhão de dólares. A MRV, com sede em Belo Horizonte, ocupa a quinta posição entre as construtoras do Brasil. A revista destaca ainda o banqueiro peruano Carlos Rodríguez Pastor, que tem uma fortuna estimada em 3 bilhões de dólares baseada no Intergroup Financial Services (IFH) e no comércio varejista, por meio de supermercados e farmácias, entre outros negócios. Rodríguez Pastor, 52 anos, faz parte da "nova geração de construtores de impérios na América Latina que estão capitalizando o boom na região", destaca a Bloomberg Markets. Seu grupo tem ativos que somam 8 bilhões de dólares e ocupa a quarta posição entre as empresas voltadas aos serviços financeiros no Peru. O empresário mexicano Carlos Slim, com 74 bilhões de dólares, é o homem mais rico do mundo, segundo a revista Forbes. O segundo homem mais rico do planeta é Bill Gates, fundador da Microsoft, com 56 bilhões.
 

JF cria 974 empregos formais

03/08/2011
Números do Caged apontam o melhor desempenho do mês nos últimos três anos
(Via Tribuna de Minas) Juiz de Fora teve o melhor abril dos últimos três anos em termos de empregabilidade, com a criação de 974 empregos com carteira assinada. O número é 239% maior do que o apurado em abril de 2010 (287). No ano, o número de postos no mercado formal chega a 361, queda de 71% ante o apurado no primeiro quadrimestre de 2010 (1.277). Abril, por enquanto, é o melhor mês de 2011 e acentuou a curva ascendente iniciada em março, depois de dois meses de saldo negativo. Os dados são do Cadastro Geral dos Empregados e Desempregados (Caged), divulgado ontem pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), e apontam que, entre os oito setores econômicos avaliados, os serviços ficaram com a liderança absoluta, com 755 vagas criadas no mês passado. O comércio está em segundo lugar, com 177 empregos com carteira assinada, seguido pela indústria da transformação: 95. Para o presidente do Sindicato do Comércio (Sindicomércio), Emerson Beloti, o resultado é positivo. Na sua opinião, apesar da criação dos empregos formais, ainda há carência de mão de obra em Juiz de Fora. "O resultado de abril mostra que o comércio está contratando e precisa admitir mais." Uma constatação é que o varejo tem perdido profissionais para o setor de serviços. Beloti avalia, ainda, que o estoque anual inferior ao de 2010 reflete a retração na demanda verificada neste início de ano. Pelas contas de Beloti, a queda nas vendas varia de 2% a 6% no primeiro quadrimestre, refletindo uma tendência nacional. Segundo o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Vandir Domingos da Silva, o estoque de empregos em abril posiciona a cidade em terceiro lugar no ranking estadual, atrás de Belo Horizonte e Uberlândia. Em abril de 2010, o município ocupava a 27º posição. Apesar de o saldo da indústria ter sido menor do que o de serviços e comércio em abril, o setor acumula variação de emprego de 1,66% no ano, maior do que as médias municipal (0,29%), de serviços (1,03%) e comércio (-2,15%). Considerando o primeiro quadrimestre, a indústria ocupa a segunda posição no ranking (346), só perdendo para os serviços (620). Para o coordenador do Centro Industrial, o economista Antônio Flávio Luca do Nascimento, o início das contratações pelas empresas que estão chegando à Juiz de Fora já impacta o Caged. A tendência, avalia, é que com a concretização dos demais projetos, o setor ganhe destaque no balanço do MTE. No país No país, o número de empregos com carteira assinada chegou a 272.225. Apesar da alta ante março (92,6 mil), não é recorde para o mês. Em abril de 2010, o saldo foi maior e chegou a 349 mil. No acumulado dos primeiros quatro meses do ano, o estoque é de 880.717 novos postos formais. A meta ministro do Trabalho, Carlos Lupi, é atingir a marca de três milhões em 2011. O ministro destacou o potencial do setor de serviços, considerado hoje o principal empregador do país, e avaliou que não só as contratações como também os desligamentos estão em alta. "O mercado está aquecido. A rotatividade é muito alta", disse, conforme a Agência Estado (AE). Em abril, foram contratadas 1.774.378 pessoas e desligadas 1.502.153 no país. Em Juiz de Fora, foram 5.841 admissões contra 4.867 demissões no mês.
 

Acessibilidade na Câmara

04/08/2010
Pessoas portadoras de necessidades especiais, como cadeirantes, além de idosos e gestantes, terão mais acessibilidade na Câmara.
Pessoas portadoras de necessidades especiais, como cadeirantes, além de idosos e gestantes, terão mais acessibilidade na Câmara de Vereadores de Juiz de Fora. O prédio passa por uma readaptação e terá uma grande rampa em sua entrada principal, que vai ficar pronta em novembro.
 

Jornalismo na web

04/08/2010
Publicação de, no mínimo, 30 notícias e mais de 50 twittadas diárias, além de 10 galerias de fotos atualizadas semanalmente.
Publicação de, no mínimo, 30 notícias e mais de 50 twittadas diárias, além de 10 galerias de fotos atualizadas semanalmente. Com pouco mais de três meses de atuação, o JFNotícias.com já mostra a demanda em Juiz de Fora por informações factuais sobre a cidade e região. E esse imediatismo é conquistado, sobretudo, pela interatividade com os internautas. O portal concilia tanto informação quanto opções de entretenimento, como coberturas fotográficas, blog, agenda e entrevistas.
 
 
 

©2008. Pauta Econômica. Todos os direitos reservados.


A Pauta Econômica é uma publicação independendte, de responsabilidade da Mais Comunicação Ltda.
Periodicidade mensal e distribuição dirigida.

ato.interativoMais Comunicação powerline