Juiz de Fora, 13 de Dezembro de 2017
topo
 
 

Edição atual | n° 172 - 26/11/2017

Nesta edição «

Cadastre-se

Receba informações exclusivas da Pauta, preencha os dados abaixo:



publicidade

Observatório

Em 2015 realizamos em Juiz de Fora um encontro inédito no Brasil. Juntamente com a Organização das Cooperativas Brasileiras – OCB e a Federação Pan Americana de Leite – FEPALE, reunimos 200 jovens

continuar lendo

 

Blog/Conexão

BD fará investimento de US$ 75 milhões

05/08/2011
 

Recursos são para ampliar produção nas unidades fabris, inclusive JF
Via Tribuna de Minas


A Becton, Dickinson and Company (BD) anunciou ontem investimento de US$ 75 milhões na ampliação da produção nas suas unidades fabris, inclusive a de Juiz de Fora. A informação é a de que os recursos serão aplicados no desenvolvimento de tecnologia safety, força de vendas e logística de distribuição. Além da cidade, a multinacional possui planta também em Curitiba, no Paraná.

Detalhes sobre o investimento não foram divulgados. A Tribuna procurou a empresa, por meio de sua assessoria, mas não conseguiu falar com o diretor geral da BD no Brasil, Rodrigo Hanna. Em nota divulgada à imprensa, ele afirmou que "a BD Brasil está contribuindo muito para o crescimento da companhia", destacando a confiança no país, que é a oitava operação mais importante da multinacional no mundo.

Juiz de Fora sediou a primeira unidade da companhia americana no Brasil e é responsável por mais de 800 empregos diretos e dois mil indiretos na cidade, conforme dados de 2010. A planta juiz-forana completa 55 anos, o mesmo tempo de atuação da marca no Brasil. Na cidade, destaca-se a produção de cateteres (Angiocath e Insyte) e cânulas de aço inoxidável, componentes utilizados por outras unidades da BD no exterior para a produção de agulhas.

Com 114 anos de fundação, a BD está presente em 50 países e mantém 27 mil funcionários no mundo, sendo 1.600 no Brasil. No mix de produção estão seringas, agulhas, scalps, cateteres e outros produtos voltados para a tecnologia médica. Outras linhas de ação são o aprimoramento da terapia medicamentosa e a melhora de diagnóstico de doenças infecciosas. Em 2010, o faturamento global da companhia foi de US$ 7,2 bilhões.
 
Nenhum comentário. Seja o primeiro!

Preencha os campos abaixo e deixe seu comentário


(obrigatório)
(obrigatório) (não será divulgado)
 
 

©2008. Pauta Econômica. Todos os direitos reservados.


A Pauta Econômica é uma publicação independendte, de responsabilidade da Mais Comunicação Ltda.
Periodicidade mensal e distribuição dirigida.

ato.interativoMais Comunicação powerline