HomeRevistaNão é fácil fazer política, mas quem quer facilidade?

Não é fácil fazer política, mas quem quer facilidade?

Hoje, dia do segundo turno das eleições no Brasil, preciso confessar uma coisa: “fazer” política não é fácil! Não é fácil porque constatamos que existem muito mais problemas do que realmente vemos no dia a dia – e olha que já são muitos. Não é fácil porque temos que lidar com a ganância dos que só querem estar ali por dinheiro e poder. Não é fácil porque promover a mudança, nem sempre é a vontade da maioria.

Por outro lado, participar de uma campanha eleitoral é extremamente gratificante. Conhecer lugares, pessoas, compartilhar com elas a realidade e os sonhos, trazer esperança e perceber que juntos, sempre poderemos mais, não tem nada no mundo que pague. É uma experiência que guardarei para sempre comigo. Cada história, cada rosto e cada brilho no olhar me farão lembrar que é preciso seguir em frente.

Por isso, estou de volta! Retorno à delegacia muito mais rico de conhecimento, de garra, de vontade de trabalhar. A segurança pública sempre será minha bandeira! Cada um, dos mais de 20 mil votos que conquistei, e que me levaram à posição de primeiro suplente do Avante em Minas para o cargo de Deputado Estadual, me mostrou que minha luta por uma sociedade mais justa deve continuar. O momento é de agradecer aos que confiaram em mim e de honrar essa confiança.

Pensando bem, não quero facilidade! Quero o que é justo, correto, honesto e bom para todos!

Votem com consciência!

Rafael Gomes

Delegado da Polícia Civil

Comente este Post!
Scroll Up