HomeRevistaUptime apresenta inglês do futuro

Uptime apresenta inglês do futuro

Escola revoluciona metodologia de ensino com realidade virtual e aumentada

Uptime é simplesmente a primeira escola de idiomas do mundo a utilizar os recursos da realidade virtual e aumentada para criar um processo pedagógico ainda mais exclusivo, inovador e eficaz. Segundo Leonardo Sporck Banni da Costa, diretor fraqueado na unidade da Delfim Moreira, em Juiz de Fora, “o emprego das novas tecnologias amplia a velocidade de aprendizado em até 12 vezes”. E, com isso, os resultados têm sido surpreendentes. Tanto que um novo aluno já recebe, no ato da matrícula, um certificado de garantia de que o curso se compromete a proporcionar um resultado, no período de 12 meses, correspondente ao nível B2 do quadro europeu de referência para línguas. Ou seja, o aluno está apto para aprovação em testes de Cambridge, Toefl e Toeic, etc.

Mas, a possibilidade de assimilar vocabulário e gramática muito mais rápido do que em métodos tradicionais, é apenas um dos muitos diferenciais que levam a Uptime a atuar hoje, em mais de 240 centros educacionais – entre escolas, projetos corporativos e parcerias estratégicas –, em todos os continentes e, de fato, ser pioneira em tudo o que assegura êxito para o investimento do aluno.

A metodologia tem o suporte da neurolinguística e mnemônica para que o idioma seja incorporado de forma natural, exatamente como fomos instruídos desde a mais tenra idade. “Ninguém aprende gramática antes de aprender a falar, com o inglês também deve ser assim. Primeiro, ensinamos a falar e a pensar em inglês, depois são introduzidas as regras e a escrita. Tudo de forma gradativa, para que ao final de um ano o estudante seja fluente na nova língua”, explica Leonardo.

O processo exige dedicação! Um mínimo de 30 minutos por dia para que o contato com o inglês seja constante e a técnica, de fato, eficiente. Leonardo Costa ressalta que “o empenho e a devoção de cada um faz toda a diferença no processo”. Por isso, todos os alunos do curso passam por um encontro preliminar para que possam compreender a dinâmica da Uptime e avaliar se, realmente, irá se comprometer. Os alunos mais empenhados são premiados com bônus e descontos porque, segundo o diretor, “o trabalho de captação de novos estudantes é orgânico, onde o resultado final é o fator mais determinante para a atração de outras pessoas”. Leonardo esclarece que “a Uptime tem um subsídio, que é um investimento que a escola faz no aluno. Quando um estudante é indicado por outro aluno ou ex-aluno e se compromete com dedicação ao curso, dentro da nossa proposta, ele tem direito a receber esse subsídio da escola. Assim, temos a certeza que ganhará fluência e será o nosso garoto-propaganda. Investimos, sem dúvida, nos nossos alunos”.

O estudo de todos os alunos começa em casa, no conceito de classe invertida, utilizando o aplicativo disponibilizado pelo curso, os óculos de realidade virtual e aumentada, que recebem já na primeira aula, junto com um dicionário por imagens, além de todo material didático complementar. Para a aula, vão com o intuito de praticar, aprofundar o conhecimento, tirar dúvidas e expandir o vocabulário.

Agendamento prévio

Alunos têm total liberdade para marcar os horários das aulas

 Mais comodidade e tudo de acordo com a disponibilidade dos alunos. Um sonho na correria do dia a dia. E é real! As aulas não têm horários fixos por turma como nos cursos convencionais. Cada um pode utilizar o aplicativo ou o whatsapp para agendar sua próxima classe, como faria para marcar uma ida ao médico ou dentista. Os horários e dias flexíveis foram adotados justamente para garantir outro fator que faz toda diferença na Uptime: 100% de presença. Sistema que também permite que um novo aluno possa começar as aulas em qualquer dia do ano. “E, se alguém precisar se ausentar por um período de férias, por exemplo, nós repomos até 30 dias ao final do curso para que todos tenham acesso ao conteúdo de forma integral”, complementa o franqueado.

Pioneirismo, inovação e tecnologia a favor do aprendizado

Vanguarda é palavra de ordem na Uptime. “Temos dois aplicativos exclusivos e, um deles, é utilizado nos óculos. Com a realidade virtual conseguimos transportar o aluno para onde ele quiser. A simulação é como um intercâmbio, no qual é possível escolher os locais do mundo em que se quer estudar. Observamos um rendimento excelente de nossos alunos desde que implantamos a tecnologia”, salienta Leonardo.

Já na sede da Uptime, as aulas são dinâmicas, onde se prioriza a conversação, em pequenas turmas com, no máximo, oito alunos e atendimento praticamente individualizado. E, para aqueles que desejam mais: existe a “fun class” com atividades extraclasse para a prática de inglês, as aulas temáticas e o “conversation club”.

Tudo minuciosamente planejado para que o “Certificado de Garantia de Fluência em Inglês” entregue no início do curso ateste a excelência do ensino oferecido pela Uptime.

Uptime oferece soluções também para o segmento corporativo

Inglês diferenciado para diferentes nichos é a grande novidade para 2019

A Uptime sempre está um passo à frente quando o assunto é metodologia de ensino de inglês. E, mais uma vez, inova! Agora, para disponibilizar soluções personalizadas para diferentes segmentos do setor corporativo.

A novidade é o Corporate. O programa, voltado para diferentes perfis profissionais, acaba de ser lançado em Juiz de Fora e terá início em 2019. São aulas previamente planejadas de acordo com a demanda do contratante e que podem ser ministradas tanto na própria escola quanto dentro de empresas e escritórios contratantes. “É um novo nicho que se abre. O inglês é imprescindível para todo profissional. Os empresários estão percebendo isso e decidiram investir no capital humano. Esta também é uma forma de investimento nos negócios”, completa o diretor.

Método dinâmico e rápido atrai alunos

“Tinha muita dificuldade em aprender inglês e não me adaptei a outros locais de ensino. Com a Uptime identifiquei-me bastante. A metodologia é dinâmica, professores e equipe são muito atenciosos. As aulas em grupo são excelentes para treinar a conversação.”

Mariana de Cássia Virgílio Corrêa, 22 anos, Jornalista – Aluna da Uptime há sete meses

 

“Sou estudante de Medicina e, graças à Uptime, consigo ler o grande número de artigos em inglês exigidos pelo curso. A realidade virtual tornou o processo de aprendizagem mais divertido e dinâmico. Muitas vezes, fiz aulas individuais, o que também foi muito importante.”

Julinêz e Silva Lima, 23 anos, estudante de Medicina – Ex-aluna

 

“Escolhi a Uptime pela flexibilidade de horários e, claro, pelo preço! Achei a metodologia muito funcional, com uma técnica bem diferente dos demais cursos que procurei. Viajei e precisei conversar com pessoas de diferentes nacionalidades e nos comunicávamos perfeitamente em inglês.”

Eduardo Campos Schuchter, 29 anos, Administrador/Ferroviário – Ex-aluno

 

“Fui conquistado pela metodologia, que é muito focada no aluno. Ferramentas como óculos de realidade virtual e aumentada e os aplicativos, instigam a gente a pensar como nativos. A língua é trabalhada o tempo todo. Além das aulas, temos atividades diárias para fazer em casa, indicações de livros e filmes, ou seja, a nossa vivência com o inglês é full time. Em pouco tempo de curso, já precisei usar o inglês e me saí muito bem.”

Rafael Lopes, 27 anos, Técnico Mecânico na Mercedes Benz – Aluno há oito meses

 

“Precisava de um curso que fosse rápido. O horário flexível também me interessou bastante. Se você perder uma aula, não perde o conteúdo, porque consegue agendar para outro dia. Consegui me formar conforme o previsto (em 2016) e já concluí com o certificado de inglês avançado. Este ano, retornei para o Conversation Club, bem dinâmico, com assuntos variados a cada aula.”

Jéssyka de Souza Diniz, 26 anos, graduada em Ciências Econômicas – Aluna do Conversation Club

 

“Tinha objetivos, como mestrado e processos seletivos, em que o inglês é essencial. Queria algo rápido, que coubesse no meu bolso e onde eu realmente aprendesse. A Uptime atendeu a todos esses requisitos. A metodologia realmente funciona. Estou chegando ao final do curso e minha evolução é perceptível, as dificuldades desapareceram. Não quero parar, pretendo continuar no Conversation Club.”

Rafaela de Souza Ciconeli, 23 anos, Contabilista – Aluna há 11 meses

Comente este Post!
Scroll Up