HomeEditorialOI, VOCÊ ESTÁ SENDO RASTREADO. TUDO BEM?

OI, VOCÊ ESTÁ SENDO RASTREADO. TUDO BEM?

OI, VOCÊ ESTÁ SENDO RASTREADO. TUDO BEM?

Estou numa farmácia e a pessoa ao meu lado mal termina de falar o que queria comprar com uma atendente, esta pergunta: “qual seu CPF, por favor?”. A pessoa diz sem pensar os seus 11 algarismos únicos que a identificam. A atendente completa então: “Oi, estou vendo aqui que seu remédio tal está quase no final, você não gostaria de aproveitar e levar uma caixa?”

Nossa vida pessoal está nas nuvens (de dados) das redes sociais, dos bancos, das farmácias, das clínicas, dos laboratórios, dos hospitais, etc. George Orwel no seu best seller “1984” imaginou que o “big brother” seria um estado totalitário que tudo sabia e controlava. Estamos vendo isto na prática mas os poderosos são outros e estão cada vez maiores.

Para tentar proteger os cidadãos destes “grandes irmãos” que nos rastreiam, a União Europeia, o estado da Califórnia nos EUA e o Brasil, por exemplo, criaram leis para proteger nossa privacidade. Nossa lei recebeu o nome de Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais”, mais conhecida pela sigla LGPD. Ela começa a valer em agosto de 2020. Falta pouco, portanto, para as empresas e nós nos adaptarmos à ela. Além de prever nossos direitos à privacidade, a lei diz quais são as penalidades para quem descumpri-la.

Claro que advogados e informáticos terão trabalho e ganhos com a nova lei. Mas um dos indícios mais claros de que a lei vai pegar é quando empresas de seguro começam a oferecer às empresas proteção contra processos no âmbito da LGPD.

Paulo R. C. Villela

Doutor em Engenharia de Sistemas e Computação

paulo.villela@engenharia.ufjf.br

Comente este Post!
Scroll Up