HomeRevistaE aí? Quantas estrelas você dá para sua Cidade?

E aí? Quantas estrelas você dá para sua Cidade?

Reunidos no Fórum Econômico Mundial de 2020, em Davos na Suíça, gestores de grandes empresas, líderes políticos, representantes da sociedade civil e meios de comunicação, tiveram a oportunidade de debater questões globais como pobreza, problemas ambientais e soluções de crescimento sustentável dos países.

Uma das importantes discussões trazidas à mesa foi sobre o “Futuro da Vida nas Cidades” e a necessidade de se implementar novas tecnologias que deem espaço para que os cidadãos possam medir e demonstrar suas percepções acerca das suas vidas na cidade. Como exemplo, citaram a forma de qualificação dos serviços de transporte por aplicativo, que utiliza a escolha da quantidade de estrelas pelo grau de satisfação do cliente.

Tais tecnologias permitiriam aos líderes políticos da cidade, avaliar a percepção que os cidadãos têm tido sobre suas vidas no município, possibilitando a implementação de políticas públicas voltadas para atender os interesses dessa população, que, em muitos casos, são deixados de lado por decisões de gabinete voltadas, exclusivamente, para os interesses daqueles que as tomam.

Tal contexto toma maiores proporções, face a 4ª Revolução Industrial em que vivemos atualmente, caracterizada pelo conjunto de tecnologias que permitem a fusão do mundo físico, digital e biológico, com reflexos em todos os setores e que impõe à todos os gestores, públicos ou privados, mais produtividade, redução de custos, controle sobre o processo produtivo, customização da produção, entre outros.

Essa realidade deverá ser assimilada pela Administração Pública e deve ser objeto de atenção para aqueles que pretendem postular as cadeiras de líderes políticos das cidades. Os cidadãos, munidos de mais informações e meios de comunicação, não permitirão gestões alheias aos seus interesses e distantes das realidades das pessoas.

E aí? Quantas estrelas você dá para sua Cidade?

Autor: Mariano Miranda: Advogado especialista em Direito Público, líder MLG pelo Master em Liderança e Gestão Pública pelo Centro de Liderança Pública de São Paulo e módulo internacional na Oxford University. Foi Subsecretário de Gestão da Secretaria de Saúde de Juiz de Fora de 2013 a 2019. Atualmente é palestrante, professor e consultor de empresas e órgão públicos, nas áreas de direito e gestão pública, gestão hospitalar e de licitações, contratos e convênios.

Comente este Post!
Scroll Up